Logística para o fim do ano: como aproveitar as lições do Natal para otimizar processos o ano todo

O fim do ano finalmente chegou e este é um dos períodos mais importantes – e desafiadores – para a logística. Só para se ter uma ideia, quem trabalha com varejo e e-commerce precisa atender uma demanda até 100% maior neste período.

E se por um lado esse cenário representa um aquecimento das vendas e a possibilidade de crescimento do negócio; por outro, traz desafios que afetam o mercado logístico de várias formas: desde a maior movimentação nas estradas, até a menor disponibilidade de mão de obra e motoristas, e a necessidade de maior espaço para se poder fazer o manuseio das cargas dentro das transportadoras. Não dá para esquecer que com um volume 100% a mais de pedidos, não vem um aumento de 100% do espaço disponível para armazenagem e movimentação e nem tampouco da frota.

Além disso, como boa parte das encomendas de Natal são de presentes, a urgência do consumidor e sua preocupação com as entregas dentro do prazo é ainda maior. Afinal, ninguém quer ficar sem aquele item prometido para alguém especial.

“Nossas empresas de transporte têm que ser ‘papais noéis’ e operam verdadeiros milagres para entregar o dobro do volume com muito menos que o dobro de recursos a um cliente final que deseja ter uma experiência de entrega perfeita”, destaca o CEO da AgileProcess, Evilásio Garcia.

O apoio das inovações tecnológicas

Para lidar com esse cenário, marcas de e-commerce, transportadoras, distribuidores e outras empresas de logística montam estratégias específicas para garantir que as encomendas cheguem ao seu destino da melhor maneira possível. E as inovações tecnológicas têm uma papel crucial para garantir maior produtividade e reduzir custos nesse período.

Soluções como a AgileProcess, por exemplo, incluem funcionalidades como a roteirização e o monitoramento das entregas, que permitem reduzir os tempos de movimentação e processos. “Temos um olhar centrado no cliente final, mantendo ele 100% informado de todo o processo de entrega com precisão de minutos. É o velho conceito de fazer mais com o mesmo”, ressalta Evilásio Garcia.

A importância da logística reversa

Nós já discutimos aqui no blog da AgileProcess a importância da logística reversa para sua empresa, e esse é justamente um pontos que merecem atenção na hora de montar uma estratégia eficiente para o fim do ano. Isso porque após o Natal começa um novo período de grande volume para a área logística: o das trocas e devoluções de produtos. Por isso, é crucial que a logística reversa esteja bem estruturada e apoiada em sistemas de gerenciamento pensados tanto para os cenários de entrega, quanto de coleta das mercadorias.  

Além disso, é preciso ter em mente que a troca ou devolução de um produto por si só já gera um certo desgaste para o consumidor, por isso é importante estabelecer uma comunicação adequada e ágil durante o processo da logística reversa para garantir a satisfação do cliente e aumentar as chances de novas vendas.

Ações que trazem benefícios para o ano todo

É importante ter em mente que os ganhos relacionados à otimização de processos e aumento da produtividade na época do Natal e do Ano Novo podem ser aplicadas em outros períodos para gerar os melhores resultados para sua empresa o ano todo.

No início do ano o cenário tende a voltar a patamares normais.“É nesse momento que o ganho com soluções de otimização e produtividade mostram seu maior potencial. Em geral, é uma época onde a demanda se torna menor e constante. Por isso, a necessidade de recursos é menor”, explica Evilásio Garcia.

Além disso, fatores previstos no planejamento do Natal, como uso de roteirizadores de entrega e coleta, o apoio da tecnologia e a atenção especial ao cálculo do frete não estão restritos a estratégias sazonais, podendo ser mantidos em todos os meses.

Lembre-se que uma empresa que possui uma cadeia logística constantemente eficiente e estruturada está melhor preparada para os desafios de épocas de pico de demandas – inclusive próximo do Natal.