Perspectivas e tendências para a logística em 2018

Entre gargalos no sistema de transportes e inovações tecnológicas no mercado, 2018 promete ser um ano de desafios para a logística no Brasil. Por isso, preparamos este post para ajudar sua empresa a acompanhar as tendências e perspectivas do mercado. Confira a seguir, alguns fatores que devem influenciar a logística brasileira neste ano.

Aumento de movimentação de cargas e do custo logístico

De acordo com matéria publicada pela revista Exame, a previsão é de retomada na economia, com a movimentação de cargas voltando aos níveis pré-crise. O volume de produtos em circulação no país deverá chegar a 1,68 trilhão de toneladas por quilômetro, o mesmo que foi transportado em 2014.

Mas com o aumento de circulação, cresce também o custo logístico.  Dados do Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos) já estimavam ao final do ano passado, que os gastos das empresas brasileiras com transporte, estoque e armazenagem chegariam a 790 bilhões de reais em 2017, 40 bilhões de reais a mais do que o ano anterior.

Ano eleitoral e investimentos em infraestrutura

Os investimentos em infraestrutura para escoamento de cargas devem seguir insuficientes neste ano. Segundo dados da consultoria Inter.B, a previsão é de que em 2018, sejam destinados 36 bilhões de reais no Brasil para rodovias, ferrovias, aeroportos e hidrovias, valor 30% menor do que foi investido em 2014.

As eleições de outubro também devem impactar na área da infraestrutura. Com a campanha eleitoral no segundo semestre, as possibilidades de avanços concretos e investimentos do setor público em reformas estruturais devem ficar para 2019.

Inovações tecnológicas

Neste cenário de deficiências no sistema de transportes e de aumentos de custos, a tecnologia se consolida cada vez mais como um fator fundamental para aumentar a competitividade no mercado da logística.

Na hora de reduzir custos, por exemplo, o uso de ferramentas inovadoras permite sua empresa definir a melhor rota de entregas, além de alinhar rotinas e padronizar processos por meio da automação.

Além disso, algumas tecnologias cuja aplicação pode crescer neste ano são: o uso de drones para entregas, a técnica de machine learning, a computação na nuvem e a internet das coisas.

É claro que a tecnologia não consegue eliminar todos os entraves que afetam o setor, mas seu uso estratégico torna-se um aliado cada vez mais necessário para as empresas que buscam aumentar sua eficiência, presença e escala no setor logístico.

Crescimento do e-commerce

O uso de novas tecnologias no mercado da logística torna-se ainda mais necessário devido ao crescimento do e-commerce, que segue como uma tendência forte no mercado brasileiro em 2018.

De acordo com estudos feitos pelo instituto de pesquisa Forrester, em pesquisa encomendada pelo Google, a projeção é de que até 2021, o e-commerce dobre sua participação no varejo brasileiro, crescendo, em média, 12,4% ao ano.

E se as vendas online crescem, aumenta também a demanda de entregas e transporte de produtos. Nesse cenário, as transportadoras que possuem processos mais eficientes, conseguem ganhar maior competitividade em termos de valores de fretes e prazos de entrega, o que pode fazer toda a diferença quando o assunto é e-commerce.

Conclusão

Com a manutenção de problemas históricos para a logística no Brasil, como a insuficiência da infraestrutura rodoviária; aliada ao momento econômico que ainda passa por uma lenta retomada, a saída para o mercado da logística está na inovação.

Do uso de novas ferramentas até a atenção ao crescimento do e-commerce no país, a tecnologia é cada dia mais uma forte aliada das empresas do setor para garantir maior eficiência e agilidade. E consequentemente, obter maior vantagem competitiva, e reduzir custos.

E agora que você já está por dentro das perspectivas para este ano, chegou a hora de sua empresa se preparar para acompanhar essas tendências e otimizar todo o processo logístico em 2018.

Pensando nisso, a AgileProcess preparou um material com cinco dicas para otimizar a logística da sua empresa em 2018. Clique na imagem abaixo para fazer o download gratuito:


Fonte: Exame, Forrester, Ilos, Inter.B, TranspoBrasil