Perspectivas e tendências para a logística em 2019

Valorização da experiência do consumidor, investimento em estratégias Omnichannel, expectativas para o novo governo, consolidação de tecnologias como big data e machine learning… são muitas as tendências que vimos nesse ano e que devem ter ainda mais atenção em 2019.

Confira a seguir algumas das perspectivas e tendências para a logística para no próximo ano e saiba como sua empresa pode se preparar para obter os melhores resultados em 2019.

 

Omnichannel

O Omnichannel segue como uma das principais tendências da logística e do varejo no Brasil. O modelo de vendas é baseado na convergência dos canais e acompanha as mudanças nos hábitos de consumo oferecendo uma experiência unificada. A ideia é que o cliente use todos os canais (on e offline) de uma empresa para fazer a compra da forma que achar mais conveniente.

A omnicanalidade foi uma das tendências da logística debatidas na edição de 2018 do Agile Challenges, e também foi o tema de um e-book produzido pela AgileProcess. O material gratuito, que traz informações sobre a importância do Omnichannel para a logística e as ações necessárias para colocar o modelo em prática, pode ser acessado aqui.

 

Valorização da experiência do cliente

Oferecer experiências de consumo cada vez mais personalizadas e que contribuam para a tomada de decisão do cliente é outra tendência importante para quem trabalha com logística. O empoderamento do chamado Consumidor 4.0 passa por questões como o fortalecimento da área de customer success e a própria adoção da estratégia Omnichannel.

Para isso, o CEO da AgileProcess, Evilásio Garcia, destaca que o objetivo (e o desafio) das marcas  é “entregar rápido, de maneira correta na primeira vez, da forma que o cliente quer, no tempo em que ele deseja e, acima de tudo, mantendo-o sempre informado de tudo”.

 

Crescimento do e-commerce, principalmente dos grandes marketplaces

No início de 2018, nós falamos aqui no blog sobre a expectativa de crescimento do e-commerce no Brasil, e essa tendência segue em 2019. De acordo com um estudo do Banco BTG, o varejo online deve crescer em torno de 17,3% no próximo ano.

O aumento das vendas, no entanto, deve ficar mais centrado nos grandes marketplaces, evidenciando dessa forma a necessidade dos pequenos e médios varejistas aproveitarem a presença das grandes marcas para venderem mais.

 

Uso de Big Data

Investir no uso de dados para otimizar a cadeia logística é fundamental para as empresas que desejam crescer em 2019. O uso de Big Data vai além da organização de informações, uma vez que todos os dados coletados podem ser usados de maneira estratégica – desde a  prospecção de novos negócios, até a redução de custos do processo logístico.

Além disso, a análise dos dados também beneficia a tomada de decisão, pois permite que a empresa tenha um posicionamento estratégico mais embasado e que contribui para o aumento da competitividade no mercado.

 

Machine Learning

O Aprendizado de Máquina (Machine Learning), método que ensina computadores a tomar decisões de maneira autônoma, oferece cada vez mais possibilidades de otimização dos processos logísticos.

Entre as aplicações de Machine Learning que tendem a ganhar mais força no mercado estão a criação de modelos de planejamento e previsão de demanda dos processos de Supply Chain, a seleção de melhores rotas, além da integração com dispositivos de Internet das Coisas e apoio à resolução de problemas de entregas na última milha.

 

Dispositivos autônomos

Drones, robôs e veículos autônomos estão entre as tecnologias que vêm ganhando destaque no mercado da logística e que merecem atenção principalmente quando o assunto é entregas.

A tendência é que esses dispositivos interajam e se comportem de maneira cada vez mais natural, o que permite que sejam utilizados para atender as necessidades dos consumidores de maneira mais ágil e otimizada.

 

Expectativa para o novo governo

O ano de 2019 será marcado pelo início de um novo governo no País. De acordo com Evilásio Garcia, “há um entendimento de que o cenário político deva se estabilizar. Esse fato está animando o humor do setor produtivo. Há uma percepção otimista quanto aos rumos do mercado consumidor. Todo esse movimento traz a expectativa de um aumento significativo de demanda para o setor logístico.”

Além disso, se em 2018  o período eleitoral impactou o setor no que diz respeito aos investimentos em infraestrutura, a expectativa é que avanços concretos e investimentos do setor público em reformas estruturais sejam realizados em 2019.

 

Tecnologia: AgileProcess vai investir ainda mais na área para aumentar a produtividade e a qualidade de seus serviços e soluções

Segundo Evilásio Garcia, a AgileProcess está se preparando para fazer o maior investimento de sua história nas áreas de Pesquisa, Inovação e Customer Success para atender as demandas do mercado logístico em 2019.  “Essa ação tem alinhamento com nossa visão de como o mercado de logística deve se comportar”, explica Evilásio.

Para o CEO, o entendimento é de que os atuais e futuros clientes da startup também devem investir nessas áreas, melhorando sua eficiência operacional e produtividade, além de contribuir para melhorar o valor percebido pelo seu cliente e jornada de experiência de entrega.